Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Darlington’

Apesar de novamente lutar com o Camaro #30 muito instável, brasileiro derruba de 28 para 18 pontos a distância para o décimo lugar na Nationwide Series 

at Darlington Raceway in Darlington, South Carolina on May 10, 2013.

Copyright: CIA Stock Photo

Nelsinho Piquet lidou o dia todo com um carro instável no tradicional oval de Darlington e mesmo assim conseguiu derrubar de 28 para 18 pontos sua diferença para o top-10 do campeonato da Nascar Nationwide Series.

O brasileiro terminou a nona etapa da temporada em 16º na noite de sexta-feira. O vencedor da corrida na Carolina do Sul foi Kyle Busch, agora dono de cinco vitórias em nove provas da Nationwide em 2013.

“Foi um dia complicado, com o carro ruim mais uma vez”, disse o piloto depois da prova. “As mudanças de ajuste que tentamos durante a corrida não funcionaram e procurei segurar as posições do jeito que dava.”

Piquet Jr largou em 21º e passou praticamente a prova toda oscilando em torno do 15º lugar. O melhor momento do Camaro #30 foi após terceira das quatro relargadas da corrida de 147 voltas, no giro 54, quando logo depois de passar pelos pits avançou para a 13ª posição.

“Mas o grupo que estava na frente tinha muito mais rendimento e não consegui me aproximar para brigar no top-10”, comentou Piquet Jr.

Ao avaliar sua condição no campeonato após nove das 33 provas previstas para 2013, o primeiro piloto brasileiro a vencer corridas na Nascar manifestou esperança na evolução do trabalho da equipe Turner Scott Motorsports. “Claro que a expectativa aqui, depois de termos testado nesse circuito há três semanas, era mais alta. Felizmente, mesmo com o carro ruim deu para chegar mais perto do top-10 do campeonato. Espero que o time encontre a saída para termos resultados mais consistentes na sequencia da temporada”, declarou o piloto.

Com o resultado em Darlington, Nelsinho Piquet permanece em 14º lugar no campeonato, agora com 230 pontos. Regan Smith é o líder.

A próxima etapa da Nascar Nationwide Series está marcada para Charlotte, no dia 25 de maio.

Classificação no campeonato:
1. Regan Smith 342 pontos
2. Sam Hornish Jr. 314
3. Elliott Sadler 300
4. Justin Allgaier 299
5. Brian Vickers 293
6. Austin Dillon 290
7. Parker Kligerman 287
8. Brian Scott 284
9. Alex Bowman 258
10. Kyle Larson 248
11. Mike Bliss 246
12. Trevor Bayne 242
13. Reed Sorenson 233
14. Nelson Piquet Jr. 230
15.Travis Pastrana 214

Texto: Luis Ferrari, assessor do Nelsinho Piquet

Anúncios

Read Full Post »

Categoria: Nascar Nationwide Series

Pista: Darlington

Equipe: Turner Scott Motorsports

Carro: 30

Patrocínio principal: Worx Tools

Chassis:  TSM-329 (usado em Fontana)

at Texas Motor Speedway in Fort Worth, Texas on April 12, 2013.

Piquet chega a Darlington confiante. Ele correu apenas uma vez nessa pista, de Truck Series em 2011 e ia bem, quando um pneu furado e quebra da suspensão o tiraram da prova. No final de abril, Piquet fez alguns treinos no circuito oval de 1,37 milhas conhecido como “Dama de Negro” por seus muros brancos acabarem pintados de preto pelas raspadas dos carro durante a prova e ficou animado.

“Deu para aprender alguns detalhes que não tinha notado em 2011 quando corri em Darlington pela Truck Series. É uma pista muito rápida, que exige pilotagem. Abrasiva, tem muito pouco grip e o traçado ideal é grudado no muro. Em Darlington é normal encostar no muro uma vez ou outra. A margem de erro é mínima”

Outro desafio de Darlington será que todas as atividades de pista serão na sexta-feira, ou seja, não haverá treinos de noite, no mesmo horário da corrida. O chefe de mecânicos Chris Carrier vai precisar ter boa leitura do carro para deixa-lo ajustado para a noite, horário da corrida, quando a pista deve estar menos abrasiva e os carros mais traseiros. Isso significa que quem treinar bem pela manhã pode não ter um acerto tão bom para a corrida, já que as condições da pista irão mudar.

Programação

Atividade Horário de Brasília Transmissão

Sexta-feira, 10 de Maio

Treino livre 9:30 até 11:30 Não tem
Treino classificatório 16:35 Não tem
Corrida 20:30 Fox Sports*

*A Fox Sports anunciou transmissão da prova, mas como sabem pode mudar de ideia em cima da hora. Fã do Nelsinho assiste a corrida com ele largando em primeiro ou largando em último, para nós pouco importa, sabemos bem que na Nascar tudo pode acontecer. Caso a emissora não transmita, sempre teremos os links pra assistir na internet. Não dependemos de transmissão para ser fãs e torcer pelo Nelsinho Piquet, não é mesmo?

Darlington Schedule

Activity EST (USA) UK time UTC Broadcast

Friday, May 10

Practice 8:30am to 10:30am 1:30pm to 3:30pm 12:30pm to 2:30pm No have
Qualifying 3:35pm 8:35pm 7:35pm ESPN 2 (USA)
Race 7:30pm 12:30am 11:30pm ESPN 2 (USA)

Read Full Post »

Não foi a noite que Nelsinho esperava. O dia começou bem, Nelsinho priorizou o conhecimento da pista nos treinos livres, dando o máximo de voltas possíveis e acertando o carro pra classificação. Classificou em nono, a melhor posição de largada de Nelsinho na NASCAR.

A prova já começou nervosa. Logo na largada, acidente envolvendo Miguel Paludo e Travis Kvapil provoca bandeira amarela. Nelsinho relarga em 10º e cai pra 12º ao receber um toque de Todd Bodine. Piquet controla bem o carro e nada acontece. Quase ao mesmo tempo, logo atrás, Brad Sweet no muro e nova bandeira amarela. Na relargada, Nelsinho vai bem, avança até a 10ª posição quando do nada aparece ele na 18ª posição. Ninguém sabe ao certo o que houve, a TV não mostrou. Piquet segue ultrapassando seus adversários, até nova bandeira amarela, causada por Brendan Gaughan que rodou. Piquet faz sua parada nos boxes, troca os 4 pneus, reabastece e diz que está gostando do carro, não precisando de nenhum ajuste. Na relargada, Nelsinho é 14º e segue agressivo, estando na 12ª posição quando aparece mais uma bandeira amarela, Justin Johnson que rodou e bateu. Com tantas bandeiras amarelas a equipe pensa em não fazer mais nenhuma parada, o que lhe levaria a um top-5 no mínimo. Mais algumas voltas em bandeira verde e detritos na pistas provocam nova amarela. Piquet aproveitou e foi aos boxes pra trocar pneus, abastecer e fazer alguns ajustes no carro, pela ultima vez se não houvessem incidentes…

Na volta 70 Nelsinho estava em 14º quando um toque em Parker Kliegerman o levou a um raspão no muro que furou um pneu. Piquet vai os boxes e volta na 27ª posição, mas ainda na volta dos líderes. Algumas voltas depois, vem a notícia de que a suspensão do carro foi afetada na batida e Nelsinho estava apenas tentando terminar a corrida para marcar o máximo de pontos possíveis. Poucas voltas em bandeira verde e 2 acidentes simultâneos, a suspensão de Piquet quebra de vez e ele bate no muro e toca em Johanna Long e pouco à frente Rick Carmichael bate forte no muro e também acerta Johanna. Bandeira vermelha e fim de prova pro truck nº 8, que ficou destruído. A equipe leva o carro pros boxes e ainda tenta consertar mas não conseguem e Piquet fica apenas com o 32º lugar. A prova foi vencida por Kasey Kahne, com Ron Hornaday em 2º e Todd Bodine em 3º .

“Foi uma pena não terminar a prova. O ambiente aqui foi ótimo e fiquei impressionado com a animação do público. Todos me alertaram que era uma pista traiçoeira e estreita, então fui mais cauteloso na metade inicial da corrida, principalmente porque o ajuste não era o melhor. Após cada pitstop o carro foi melhorando e então consegui atacar. Numa disputa por posição, saí bem melhor da curva 1 e já tinha a roda traseira à frente da roda dianteira do adversário. Achei que ele ia aliviar, mas continuou tirando minha trajetória até que houve o toque e fui para o muro. Depois, ficou muito difícil. O alinhamento estava comprometido e a suspensão não aguentou. Então fui de novo para o muro, desta vez mais forte” – disse Nelsinho após a prova

A próxima prova é em Martinsville, dia 02 de abril, um oval super curto, de meia milha apenas. Vamos torcer pra que Nelsinho possa contar com a sorte dessa vez!

“Após as três provas iniciais, vou para Martinsville atento para a importância de sair de lá assegurado entre os 25 primeiros do campeonato. Pela regra da categoria, eles já têm lugar assegurado no grid mesmo se não estiverem entre os 36 melhores da qualificação. Ter essa segurança no restante do campeonato vai me permitir participar das qualificações mais tranquilo, menos pressionado pelo risco de um erro” – explicou Nelsinho, que ocupa o 23º lugar no campeonato no momento.

Read Full Post »

Depois de um fim de semana de folga, a Nascar Camping World Truck Series volta neste sábado em Darlington. Esta é mais uma pista que Piquet nunca correu. A expectativa da equipe é de um bom resultado, já que os melhores resultados de Nelsinho em 2010 foram em pistas intermediárias. A pista de Darlington tem 1,366 milhas, não é um oval curto (como Phoenix de 1 milha) mas não chega a ser considerado intermediário, embora tenha características bem parecidas com as pistas de 1,5 milhas. A expectativa é que o Truck chegue a uma velocidade de 165 mp/h (cerca de 265 Km/h).

Nelsinho prefere ser mais cauteloso: “Acho que o aprendizado será parecido com Phoenix. Será mais um fim de semana onde eu estarei conhecendo a pista e tentando ganhar o máximo de experiência possível. Espero que algumas coisas que aprendi em Phoenix possam ser aplicadas em Darlington, mas obviamente são pistas diferentes e desafios diferentes. Acho que o melhor em Phoenix foi a experiência de competir numa pista estreita, aprendendo como empurrar, como bater, encostar nos outros carros (os famosos “bumps” da Nascar) e isso definitivamente vai entrar em jogo neste fim de semana.”

Segundo Chris Carrier, chefe de equipe de Nelsinho, este deverá ser um bom final de semana para o brasileiro:

-Como você acha que seu piloto novato vai se comportar em Darlington?

“Acho que esta pista vai favorecer Nelson. Com sua capacidade de condução natural, seu controle sobre o Truck, seus reflexos rápidos, sinto que este poderá ser um excelente final de semana para ele.”

-O que é preciso para correr bem em Darlington?

“O mais importante é ter um Truck equilibrado e ter uma boa condução. O Truck precisa estar bem para dar ao piloto a chance de ser maior do que o desafio que a pista apresenta a ele. A pista é extremamente rápida e estreita, uma vez que foi repavimentada há pouco tempo, o que faz os Trucks atingirem uma velocidade muito maior do que quando ela foi projetada. Se o Truck estiver muito bom, o piloto pode prever o que vai fazer, então ele não precisa ter o foco na condução do carro, pode manter o foco na pista. Mas também tenho que ter um martelo na mão, pois não importa o quanto o piloto é experiente, não é uma questão de “se”, é uma questão de “quando” você vai encostar no muro e ganhar uma pintura em Darlington.”

-Darlington é mais parecida com uma pista intermediária ou com uma pista curta?

“É definitivamente uma mistura dos dois. A pista é rápida, aderente e lisa como um intermediário, mas ainda requer as habilidades técnicas de uma pista curta. Não há espaços para erros em Darlington, não há muitas filas como teria um intermediário. Se você se atrapalha na hora de sair da fila, você pode acabar no estacionamento.”

Fonte: Site KHI (Livre tradução para o português por Lívia Castrioto)

Horários em Darlington / Darlington Schedule (Sábado / Saturday)

  • Treino Livre 1 / Practice 1 => 11:00-12:00 (horário de Brasília) / 2:00-3:00pm (GMT)
  • Treino Livre 2 / Practice 2 => 12:30-14:00 (horário de Brasília) / 3:30-5:00pm (GMT)
  • Classificação / Qualifying => 17:30 (horário de Brasília) / 8:30pm (GMT)
  • Corrida / Race => 19:00 (horário de Brasília) / 10:00pm (GMT) – 147 voltas/laps

Só lembrando que apenas a corrida é transmitida no Brasil, através do Speed Channel (Tv por assinatura – Sky canal 28 – NET canal 97 – ViaEmbratel canal 50). Os treinos livres e a classificação passam no Speed americano e às vezes temos links no Justin.TV transmitindo. A NASCAR Camping World Truck Series não tem livetiming (página com os tempos em tempo real) disponível na internet, então a única maneira de conseguir acompanhar os treinos é quando tem transmissão.

Read Full Post »